UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

26/02/2010 - 14h24

Confiança dos consumidores dos EUA na economia cai em fevereiro

Nova York, 26 fev (EFE).- A confiança dos consumidores dos Estados Unidos na evolução da economia e de sua situação financeira caiu em fevereiro, devido à fraqueza do mercado de trabalho e à percepção que o ritmo de recuperação é lento, segundo dados definitivos divulgados hoje pela Universidade de Michigan.

O índice de confiança elaborado por essa entidade ficou este mês em 73,6 pontos, um décimo menos do calculado há duas semanas, e oito menos que em janeiro, quando atingiu seu nível mais alto nos dois últimos anos.

Este dado foi divulgado um dia depois de o Departamento de Trabalho ter informado que na semana passada foram apresentados 22 mil pedidos de seguro-desemprego a mais que na anterior, até um total de 496 mil solicitações, o número mais alto desde meados de novembro.

Este é o sexto aumento nas oito semanas que vão do ano e representa uma decepção para a maior parte dos analistas, que esperavam queda no número de solicitações.

Outra pesquisa relativa à percepção dos consumidores acerca da situação atual da economia dos EUA e das perspectivas para os próximos meses foi divulgada na terça-feira passada, desta vez elaborada pelo The Conference Board.

Após ter registrado avanços mensais durante três meses consecutivos, o índice de confiança elaborado por essa entidade privada de análise também caiu para seu nível mais baixo desde abril e ficou em 46 pontos, frente aos 56,5 pontos de janeiro.

A diretora do Centro de Pesquisa do Consumidor dessa entidade, Lynn Franco, explicou então que a confiança caiu "drasticamente" devido à preocupação com as condições atuais da economia e do mercado de trabalho, o que empurrou o subíndice de situação atual até seu nível mais baixo em 27 anos.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host