UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

05/03/2010 - 18h37

Mercedes-Benz recebe financiamento de R$ 1,2 bi do BNDES

EFE
Rio de Janeiro, 5 mar (EFE).- A Mercedes-Benz do Brasil receberá um financiamento de R$ 1,2 bilhão do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) para aumentar sua produção e desenvolver novos modelos de caminhões e motores.

O contrato de financiamento foi assinado hoje pelo presidente de Mercedes-Benz do Brasil, Jürgen Ziegler, e pelo do BNDES, Luciano Coutinho, segundo um comunicado do banco estatal.

Os recursos serão investidos na unidade de produção da montadora em São Bernardo do Campo (SP), de onde saem 65 mil caminhões e automóveis anualmente.

O financiamento permitirá que a Mercedes-Benz produza 75 mil veículos por ano e desenvolva novos modelos de caminhões e motores, adequados às novas exigências das autoridades ambientais brasileiras.

"O desenvolvimento, por engenheiros locais, de novos modelos de caminhões, fortalecerá a engenharia nacional", diz o comunicado do BNDES.

"O novo motor a diesel atenderá às exigências estipuladas pelo Programa de Controle da Poluição do Ar por Veículos Automotores, que entrará em vigor em 2012", acrescenta a nota.

De acordo com o BNDES, o projeto de ampliação da produção e de modernização das instalações da montadora prevê a aquisição de máquinas e equipamentos brasileiros.

O financiamento estabelece também a construção de três novos prédios destinados à manutenção de máquinas, revisão final dos caminhões e fabricação de embalagens.

A unidade de São Bernardo do Campo, inaugurada em 1956 e da qual já saíram 1,2 milhão de caminhões e meio milhão de ônibus para o mercado brasileiro e de outros 30 países, é a maior da Mercedes-Benz fora da Alemanha.

A montadora alemã tem como meta para este ano aumentar em 32% as vendas de caminhões e ônibus que saem de sua unidade no Brasil, chegando a 68 mil unidades.

Para isso, a Mercedes-Benz se propõe a elevar suas exportações de caminhões das três mil unidades de 2009 para quatro mil este ano e as de ônibus de 6.500 no ano passado para 12 mil em 2010.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host