UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

06/03/2010 - 13h21

Governo argentino se mostra inflexível em negociar com oposição sobre dívida

EFE
Buenos Aires, 6 mar (EFE).- O Governo argentino se mostrou hoje inflexível em negociar com a oposição uma saída para o conflito institucional surgido com a decisão do Executivo de usar reservas monetárias do Banco Central para pagar dívidas soberanas.

"Há coisas que são inegociáveis", disse o ministro do Interior argentino, Florencio Randazzo, depois que alguns veículos de imprensa locais publicaram hoje que o Governo estava disposto a abrir canais de negociação com os opositores para descer o tom da briga.

O conflito começou em dezembro passado, quando a presidente argentina, Cristina Fernández de Kirchner, decretou a criação de um fundo para pagar dívidas a partir de US$ 6,569 bilhões de reservas monetárias, algo negado pelo então titular do Banco Central, Martín Redrado, que acabou sendo destituído, em decisão rejeitada pela Justiça.

Mas a crise cresceu na segunda-feira, a presidente aboliu o primeiro decreto e assinou outros dois, um destinando US$ 2,187 bilhões de reservas para o pagamento a organismos multilaterais e outro de US$ 4,382 bilhões para cancelar compromissos com credores privados.

As reservas foram movimentadas na mesma segunda-feira. Porém, na quinta-feira, a Justiça argentina freou a aplicação do decreto destinado ao pagamento a credores privados. A oposição, com maioria em ambas as câmaras do Parlamento, se prepara para anular a medida na próxima semana.

Também na quinta-feira, em um duro discurso em cadeia nacional, Cristina demonstrou que desafiaria as decisões judiciais e a atitude da oposição.

"Há uma clara intenção da oposição de não deixar governar", disse hoje Randazzo em declarações à "Radio 10", de Buenos Aires.

"Se há um projeto de lei que tem o mesmo sentido que o decreto de necessidade e urgência, que o proponham. Tem que permitir honrar as dívidas do país ao menor custo possível e nós vamos acompanhá-lo", acrescentou o ministro.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host