UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

11/03/2010 - 13h18

PIB anual cai 0,2%, apesar de crescimento trimestral

EFE
São Paulo, 11 mar (EFE).- Apesar de ter registrado um crescimento de 2% no quarto trimestre em comparação com o terceiro, a economia brasileira teve uma retração de 0,2% em 2009, anunciou hoje o IBGE.

O crescimento no quarto trimestre foi impulsionado pela indústria, que registrou uma expansão de 4%, enquanto o setor de serviços cresceu modestos 0,6% e a agricultura não mostrou variação.

Na comparação do quarto trimestre do ano passado com o mesmo período de 2008, o Produto Interno Bruto (PIB) teve uma expansão de 4,3%, impulsionada também pela indústria, que teve um crescimento de 4%, acrescentou o IBGE.

Já a retração de 0,2% fiu atribuída ao fraco desempenho de setores fundamentais na composição do PIB, como a indústria e a agricultura.

A queda da atividade econômica em 2009 foi a primeira registrada desde 1992, quando a economia encolheu 0,5%. O resultado também contrasta com a expansão de 5,1% registrada em 2008.

Segundo o Governo, a retração do PIB agrícola foi consequência da "redução na produção" de setores importantes, como trigo (-16%), milho (-13,5%), café (-12,8%) e soja (-4,8%).

Já na indústria, foram constatadas quedas significativas nos segmentos de transformação (-7%) e da construção civil (-6,3%), apontou o IBGE.

A mineração, que tem um grande peso na economia, também caiu 0,2%, com uma diminuição de 22,3% na produção de ferro. Porém, foi registrado um avanço de 5,3% no campo petrolífero e de hidrocarbonetos.

Os dados oficiais divulgados hoje indicam que o PIB brasileiro de 2009 foi de aproximadamente R$ 3,14 trilhões. Já o PIB per capita recuou 1,2% em 2009, para R$ 16.414.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host