UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

08/04/2010 - 05h04

China condena mais de 20 jornalistas por subornos ou chantagens

EFE
Pequim, 8 abr (EFE).- A justiça chinesa condenou a penas de prisão e outras sanções mais de 20 jornalistas que aceitaram subornos ou chantagens em 2009, após aparecerem em uma lista dos controladores da imprensa do país, na qual figuram cerca de 100 empregados de empresas de comunicação chinesas.

Segundo a agência oficial de notícias "Xinhua", estes números foram divulgados depois que, no final do mês passado, nove jornalistas de oito veículos foram condenados a penas que variam entre 16 e 18 anos, por aceitar dinheiro do dono de uma mina do norte da China para não publicarem informações a respeito de uma explosão que aconteceu em 2008 e matou 35 pessoas.

Além disso, o chefe adjunto da Administração Geral de Imprensa e Publicações (GAPP, na sigla em inglês), Li Dongdong, assegurou que dez jornais do país receberam advertências ou foram suspensos após terem publicado reportagens falsas em 2009.

Li anunciou que as autoridades "intensificarão" o castigo aos empregados de imprensa envolvidos em casos de falsas histórias e subornos, e prometeu que tornará público qualquer caso deste tipo que seja confirmado.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host