UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

15/04/2010 - 06h29

Banco Central Europeu quer que zona euro incentive concorrência

EFE
Frankfurt (Alemanha), 15 abr (EFE).- O Banco Central Europeu (BCE) recomendou aos Governos da zona do euro a incentivarem a concorrência e retirar progressivamente as medidas de apoio a determinados setores aplicadas durante a crise.

Em seu boletim mensal de abril, publicado nesta quinta, o BCE disse que "os acordos assinados na reunião do conselho europeu de 25 e o 26 de março em referência à estratégia Europa 2020 deveriam contribuir para reforçar a criação de emprego, a competitividade e o crescimento sustentável".

A entidade monetária considera que nos mercados de trabalho é necessário estabelecer "suficiente flexibilidade na fixação dos salários e um aumento dos incentivos para trabalhar" para evitar um crescimento do desemprego estrutural nos próximos anos.

O Conselho do BCE "acolhe com satisfação a declaração sobre a Grécia emitida no dia 25 de março pelos chefes de Estado e de Governo dos países da zona do euro e apoia plenamente a intenção de reforçar a vigilância dos riscos econômicos e orçamentários".

O banco europeu também apoia o desejo de reforçar a vigilância dos instrumentos para a prevenção destes riscos, "incluído o procedimento de déficit excessivo".

O principal órgão de Governo do BCE reitera que "o nível atual das taxas de juros (1% na zona euro) continua sendo apropriado".

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host