UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

15/04/2010 - 17h42

Espaço aéreo britânico ficará fechado até a tarde de sexta-feira

EFE
Londres, 15 abr (EFE).- O Serviço de Controle do Tráfego Aéreo Nacional (NATS, na sigla em inglês) do Reino Unido ampliou hoje o fechamento do espaço aéreo britânico, com exceção dos voos de emergência, até as 13h locais de sexta-feira (9h de Brasília).

O NATS tomou esta medida após verificar que os ventos continuam levando para o Reino Unido as cinzas da erupção de um vulcão islandês.

"A nuvem de cinza vulcânica segue cobrindo boa parte do Reino Unido. O NATS adverte que as restrições continuarão no espaço aéreo britânico pelo menos até as 13h locais de amanhã", afirmou o centro em comunicado.

No entanto, o NATS informou que haverá uma exceção para os voos entre a Irlanda do Norte e as ilhas ocidentais da Escócia com destino e origem em Glasgow e Edimburgo, que poderão operar entre as 1h e 13h locais, considerando caso por caso.

Às 2h30 de amanhã, o Centro de Controle Aéreo decide se mantém ou não a interrupção do tráfego aéreo até as 18h de sexta-feira (horários locais).

"É preciso levar em conta que não se pode dizer com nenhuma certeza que a situação esteja melhorando, dado que a previsão sobre a zona afetada parece indicar que (as cinzas) se movimentam de leste para oeste", diz o NATS em sua nota.

"Continuamos trabalhando estreitamente com aeroportos, companhias aéreas e o resto da Europa para conhecer e atenuar as consequências da erupção vulcânica", acrescentou.

Milhares de passageiros foram afetados pela suspensão de todos os voos no Reino Unido. Apenas um pequeno número de aviões aterrissou e decolou antes da suspensão, iniciada às 11h locais (7h de Brasília).

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host