UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

18/04/2010 - 16h16

Londres quer que Espanha seja ponto de conexão entre América e R.Unido

EFE
Londres, 18 abr (EFE).- O Governo britânico quer que os aeroportos espanhóis sejam um ponto de conexão entre a América e o Reino Unido, para permitir que o maior número possível de pessoas consigam chegar a seus destinos nos próximos dias.

A declaração foi feita hoje pelo ministro de Empresas do Reino Unido, Peter Mandelson, no final da reunião de urgência com um gabinete de crise do Governo britânico, para abordar possíveis soluções após quatro dias de fechamento do espaço aéreo.

Mandelson disse que Brown está em contato com o presidente do Governo espanhol, José Luis Rodríguez Zapatero, não só por sua condição de presidente rotativo da União Europeia (UE), mas porque o Governo britânico espera ajuda da Espanha para facilitar o retorno ao Reino Unido de milhares de pessoas.

Milhares de voos foram cancelados devido ao fechamento do espaço aéreo de vários países europeus, causado por uma nuvem de cinzas vulcânicas gerada por um vulcão que entrou em erupção na Islândia.

A ideia seria utilizar os aeroportos espanhóis como destinos dos voos procedentes da América e a partir de lá utilizar os portos espanhóis e franceses para chegar às ilhas britânicas.

O Governo do Reino Unido voltará a reunir um comitê de emergência na manhã de segunda-feira, mas o ministro de Transporte Andrew Adonis antecipou que as informações divulgadas pelo Escritório Meteorológico obrigarão a manutenção das restrições pelo menos durante "mais 24 horas".

Adonis insistiu em que "não seria seguro voar amanhã na maior parte do norte da Europa".

O espaço aéreo britânico continuará fechado pelo menos até as 07h locais de segunda-feira.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host