UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

19/04/2010 - 06h10

Hillary Clinton teme conflito regional sem acordo sobre sanções

EFE
Londres, 19 abr (EFE).- A secretária de Estado americana, Hillary Clinton, teme um conflito regional, se não se chegar a um acordo sobre sanções internacionais contra o programa nuclear iraniano.

Em declarações ao "Financial Times", Clinton advertiu que "se omitir da ameaça que o Irã coloca levará ao mundo a uma situação mais precária em um prazo de seis meses a um ano".

Funcionários do Pentágono disseram na semana passada que o Irã poderia desenvolver suficiente material físsil para uma bomba muito elementar em um prazo de um ano embora poderia demorar três em fabricar uma bomba mais útil para seus fins.

Hillary se pronunciou a favor da adoção de "sanções o mais cedo possível" frente ao ceticismo mostrado pela China, Turquia e Brasil.

"Que alternativa temos?", pergunta a secretária de Estado, acrescentando: "A alternativa é deixá-los que sigam desenvolvendo seu programa de fabricação de bombas nucleares".

Independente que passem ou não para a fase de produção, a simples capacidade de produzi-las "vai dar lugar a uma corrida de armamento entre seus vizinhos, o que representa um risco para uma das regiões mais voláteis do mundo e poderia inclusive desencadear um conflito", advertiu Hillary.

"Se a comunidade internacional mostrar uma frente unida, talvez consigamos chamar a atenção dos iranianos e poder chegar assim a negociações de boa fé como as que pediu o presidente (Barack) Obama há cinco meses", acrescentou a secretária de Estado.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host