UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

22/04/2010 - 09h14

Obama pedirá a banqueiros que aceitem reforma financeira

EFE
Washington, 22 abr (EFE).- O presidente americano, Barack Obama, pedirá hoje aos banqueiros que abandonem seus "esforços impetuosos" de tentar impedir a reforma financeira, informou a Casa Branca.

Obama fará hoje um discurso em Nova York diante de executivos de instituições bancárias e financeiras, enquanto o Congresso discute mudanças no sistema de supervisão e regulação para impedir uma nova crise como a que explodiu em meados de 2008.

"Quero pedir que se unam a nós ao invés de lutar contra este esforço", dirá Obama, conforme extratos de seu discurso divulgados com adiantamento pela Casa Branca.

Os bancos e as instituições financeiras mobilizaram centenas de pessoas para pressionar aos membros do Congresso para que se oponham às reformas promovidas pelo Governo de Obama.

"O mercado livre nunca teve significado de uma liberdade absoluta para tomar qualquer forma como possa fazê-lo", destacará Obama.

"Isso ocorreu frequentemente nos anos anteriores à crise", acrescenta o texto. "Alguns em Wall Street esqueceram que por trás de cada dólar utilizado em uma transação há uma família que procura comprar uma casa, pagar pela educação, abrir um negócio ou economizar para a aposentadoria".

O que ocorre em Wall Street, dirá Obama, "tem consequências reais em todo o país".

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host