UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

22/04/2010 - 09h33

Produção petrolífera da Colômbia vai dobrar em 5 anos

EFE
Paris, 22 abr (EFE).- A produção petrolífera da Colômbia, que foi superior 720 mil barris diários em 2009, superará a marca de 1 milhão de barris em dois ou três anos, e chegará a 1,5 milhão em cinco anos, indicou hoje o diretor-geral da Agência Nacional de Hidrocarbonetos, Armando Zamora.

"É um crescimento muito rápido" que vem sendo constatado desde a reforma de 2003 para a abertura do setor petroleiro ao investimento privado, destacou Zamora na 11ª Cúpula Internacional do Petróleo em Paris.

Explicou que essa abertura, com a progressão do número de projetos de prospecção e de exploração permitiu elevar o nível estimado das reservas de petróleo praticamente em 50% em 2009.

O responsável do organismo regulador do mercado colombiano destacou que seu país se transformou no terceiro produtor da América Latina, com 12% da parcela dentro da região, pela frente agora da Argentina e Equador, e só superado pela Venezuela e Brasil.

Avançou que neste ano esperam que o investimento estrangeiro no setor aumente 25% neste ano, sobre os US$ 3 bilhões registrados em 2009.

Perguntado sobre a possibilidade de entrar para a Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) como fez o Equador, Zamora respondeu que não é uma questão que costuma ser debatida na Colômbia.

Considerou que "seria muito difícil para nós controlar a produção", que é uma das principais regras da Opep, na medida em que os operadores são livres e há muito poucas regulações por parte do Governo.

No entanto, acrescentou que "pessoalmente" acredita que seria interessante ser observador nessa organização para ficar mais em contato com os mercados.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host