UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

25/04/2010 - 12h21

Grécia diz que fechará acordo a tempo de pagar dívida

EFE
Washington, 25 abr (EFE).- O ministro das Finanças grego, Yorgos Papaconstantinou, disse hoje que as negociações com o Fundo Monetário Internacional e a Europa sobre um programa de ajuda terminarão "a tempo" de seu país "financiar a dívida".

A Grécia tem de pagar 8,5 bilhões de euros (US$ 11 bilhões) em juros de sua dívida em 19 de maio, por isso que precisa de muito dinheiro a curto prazo.

"Temos confiança que fecharemos o acordo a tempo de financiar a dívida pública grega sem nenhum problema", disse em entrevista coletiva na sede do FMI em Washington.

Nesse mesmo sentido, o diretor-geral do FMI, Dominique Strauss-Kahn, quem afirmou que as negociações sobre um programa de ajuda à Grécia terminarão a tempo para que o país complete com suas obrigações financeiras.

Papaconstantinou se reuniu hoje com Strauss-Kahn, depois de se encontrar com os ministros de economia da França, Itália, Brasil, Rússia e dos Estados Unidos durante este fim de semana, e hoje se reunirá com o representante da China.

O alto funcionário grego sustentou que "qualquer noção de reestruturação está fora de consideração para o Governo grego" e explicou que também não é parte das negociações com o FMI e os países da zona do euro.

Reconheceu que os mercados "ainda precisam ser convencidos" e afirmou que o futuro acordo de ajuda será "um sinal muito importante", pois mostrará uma "situação totalmente sustentável em termos do déficit e a dívida" de seu país.

Os Governos da zona do euro se comprometeram em oferecer à Grécia créditos de 30 bilhões de euros (US$ 40 bilhões) no primeiro ano de vigência do programa, ao qual se acrescentaria outros possíveis 15 bilhões de euros (US$ 20 bilhões) do FMI.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host