UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

27/04/2010 - 20h09

Bloqueado pela 2ª vez debate no Senado americano sobre reforma financeira

EFE
Washington, 27 abr (EFE).- Os republicanos bloquearam hoje, pela segunda vez em dois dias, uma moção para iniciar o debate sobre a reforma do sistema regulador de Wall Street.

O Senado americano, da mesma forma que ontem, votou a moção 57-41, mas os democratas não conseguiram reunir os 60 votos necessários para impedir as obstruções dos detratores.

Os democratas asseguram que as mudanças, apoiadas pela Casa Branca, protegerão os consumidores e evitarão outra crise financeira, mas os republicanos se opõem a várias partes da medida e dizem que permitirá mais resgates bancários às custas dos contribuintes.

Em reunião com eleitores de Iowa, o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, criticou os senadores republicanos, os acusando de bloquear "uma legislação para reformar Wall Street". Para ele, os americanos merecem um "debate honesto sobre a medida".

Da mesma forma que com a reforma de saúde, os republicanos dizem que, embora a financeira seja necessária, a proposta democrata é mais uma ingerência do Governo federal na economia.

Tanto ontem como hoje, os republicanos no Senado votaram unanimemente contra iniciar a reforma e, em ambas as ocasiões, o senador democrata Ben Nelson votou com os republicanos.

O líder da maioria democrata na Câmara, Harry Reid (Nevada), deixou claro que continuará seus esforços para iniciar o debate formal sobre a reforma ainda esta semana.

A legislação que eventualmente saia do Senado terá que ser harmonizada com a versão aprovada em dezembro pela Câmara de Representantes para sua votação definitiva no Congresso.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host