UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

28/04/2010 - 10h34

Grécia pede ajuda à UE para que crise não se propague pela economia mundial

EFE
Atenas, 28 abr (EFE).- O primeiro-ministro grego, Giorgos Papandreou, pediu hoje à União Europeia (UE) e aos países que fazem parte da zona do euro que contribuam para "apagar o fogo" da crise financeira no país, para que não se "propague por toda a economia europeia e mundial".

O líder reconheceu que seu país assume sua responsabilidade e que seu Governo fará tudo o que for possível para solucionar o grave endividamento, mas advertiu que a intervenção internacional é imprescindível.

"O Governo grego carrega sobre seus ombros uma grande responsabilidade nacional e também uma responsabilidade frente à Europa, e a assumimos completamente", disse Papandreou.

No entanto, o premiê afirmou que "a UE e os países da zona do euro devem, com suas ações, todos juntos, evitar que o fogo que cresceu devido à crise mundial se propague por toda a economia europeia e mundial".

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host