UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

06/05/2010 - 12h44

British Airways teve 24,5% passageiros a menos em abril

EFE
Londres, 6 mai (EFE).- A companhia aérea British Airways (BA) registrou uma queda de 24,5% em abril com relação ao mesmo mês de 2009 no número de passageiros transferidos devido às interrupções do tráfego aéreo causadas pelas cinzas do vulcão islandês, anunciou hoje a companhia.

As medidas de segurança que proibiram voar no espaço aéreo britânico e em outras partes da Europa durante seis dias não impediram, no entanto, o aumento de passageiros em abril para a companhia aérea irlandesa de baixo custo Rynair.

A BA transportou um total de 2,08 milhões de passageiros em abril de 2010, enquanto a Rynair deslocou 6,2 milhões de pessoas, um aumento de 17% com relação aos números de abril de 2009.

Os aviões da Ryanair voaram a 83% de sua capacidade, contra os 82% em média registrados há um ano pelas aeronaves da British Airways que tiveram uma ocupação de 76,6, abaixo dos 78,1% de abril do ano passado.

Para a BA, a maior queda foi registrada no tráfego que cobre a zona do Pacífico e a Ásia, que caiu 34,6 % em comparação com abril de 2009. Suas viagens dentro do Reino Unido e da Europa caíram 26,8%.

A nuvem de cinza originada pela erupção do vulcão Eyjafjallajoekull na Islândia, que obrigou vários países europeus a fecharem seu espaço aéreo, "supôs o equivalente a seis dias de voos perdidos", indicou a BA em comunicado.

As perdas estimadas da companhia aérea durante essa semana foram de mais de 22 milhões de euros, motivo que levou, inclusive, o executivo-chefe de BA, Willie Walsh, a solicitar ajuda financeira à União Europeia (UE) e aos Governos nacionais.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host