UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

08/05/2010 - 12h41

Lula diz que Europa "demorou demais" em ajudar à Grécia

EFE
São Paulo, 8 mai (EFE).- O presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse hoje que a Europa "demorou demais" em discutir o apoio financeiro à Grécia, que na sua opinião estava "em tratamento intensivo há muito tempo e precisava de um médico".

Segundo Lula, "já em 2008 a Grécia estava com problemas sérios" e, mesmo assim, não foram adotadas medidas de ajuda como as que se debatem agora, uma vez que "a crise explodiu".

O líder brasileiro disse aos jornalistas que "é necessário" que o mundo entenda que "cuidar do sistema financeiro" é impedir que "a especulação tome conta de tudo".

Após participar da abertura de uma campanha de vacinação para idosos, Lula ratificou que o Brasil fornecerá US$ 286 milhões ao Fundo Monetário Internacional (FMI) para colaborar com os esforços financeiros para conter a crise da Grécia.

O ministro da Fazenda, Guido Mantega, antecipou que o dinheiro "sairá das reservas internacionais do país", que atualmente são de US$ 200 bilhões.

Lula sustentou que o Brasil "está em uma situação muito boa" do ponto de vista econômico e "está em condições de ajudar ao FMI, à Grécia e, além disso, aos países mais pobres".

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host