UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

12/05/2010 - 11h51

Superávit comercial da A.Latina com os EUA cresceu 14,8% em março

EFE
Washington, 12 mai (EFE).- O superávit dos países da América Latina e do Caribe em seu comércio de bens com os Estados Unidos aumentou 14,8% em março e chegou aos US$ 5,376 bilhões, informou hoje o Departamento de Comércio.

Nos três primeiros meses do ano o superávit somou US$ 14,643 bilhões, 76,5% mais que o conseguido entre janeiro e março de 2009, no meio da contração econômica dos Estados Unidos mais profunda e prolongada desde a Grande Depressão da década de 1930.

Além disso, o superávit latino-americano representou em março 11,3% do déficit no comércio de bens americano que somou esse mês US$ 47,284 bilhões.

O superávit do México em seu comércio de bens com os EUA subiu de US$ 4,771 bilhões em fevereiro a US$ 6,043 bilhões em março.

Nos três primeiros meses do ano o superávit mexicano somou US$ 15,436 bilhões comparado com o de US$ 9,688 bilhões no mesmo período do ano passado.

A Argentina, que teve um déficit de US$ 247 milhões em fevereiro registrou em março um de US$ 189 milhões. Nos três primeiros meses de 2010 o déficit argentino somou 642 milhões de dólares comparado com o de 201 milhões entre janeiro e março do ano anterior.

O Brasil, que teve em fevereiro um déficit de US$ 918 milhões registrou em março um de US$ 1,096 bilhão. De janeiro a março deste ano o déficit brasileiro soma US$ 2,331 bilhões comparado com um saldo negativo de US$ 1,185 bilhão no mesmo período de 2009.

O Chile passou de um déficit de US$ 98 milhões em fevereiro a um de US$ 276 milhões em março. Nos três primeiros meses deste ano o déficit chileno soma US$ 337 milhões comparado com um superávit de US$ 81 milhões nos três primeiros meses do ano passado.

A Colômbia, que teve em fevereiro um superávit de US$ 152 milhões passou em março a um déficit de US$ 11 milhões. O saldo propício à Colômbia somou nos três primeiros meses US$ 311 milhões que contrasta com o déficit de US$ 78 milhões entre janeiro e março de 2009.

O superávit da Venezuela subiu de US$ 2,063 bilhões em fevereiro para US$ 2,252 bilhões em março. Durante os três primeiros meses deste ano a Venezuela alcançou um saldo propício de US$ 5,914 bilhões comparado com um de US$ 3,102 bilhões no mesmo período de 2009.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host