UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

04/06/2010 - 10h45

Expo 2010 de Xangai comemora dia de São Paulo e Porto Alegre

EFE
Xangai (China), 4 jun (EFE).- O Dia de São Paulo, comemorado hoje, e o Dia do Porto Alegre, amanhã, na Zona de Melhores Práticas Urbanas da Exposição Universal de Xangai (ZMPU) reforçam a imagem que o Brasil passa no evento, que comemorou nesta quinta-feira o Dia de Honra do país.

O Dia do Brasil foi marcado pelo comércio, com a visita do ministro da Fazenda, Guido Mantega, e de seu colega chinês, Xie Xuren. No entanto, a semana lusófona da Expo não termina aí e segue hoje e amanhã (quando também se comemora o Dia de Portugal) com os pavilhões de Porto Alegre e São Paulo abertos para visitação.

Para Roberto Giannetti, diretor da Federação de Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), a presença da cidade na exposição pela primeira vez reforça as possibilidades de relações comerciais entre os países.

A Fiesp, que representa cerca de 150 mil companhias, viajou esta semana à China com 40 empresas a fim de aumentar seus negócios no gigante asiático, já que, segundo Giannetti, as empresas de São Paulo consideram a economia oriental o "centro de produção do mundo hoje em dia".

A capital paulista mostra na Expo seu projeto de "Cidade Limpa", que combate a poluição visual produzida pelo excesso de publicidade nas ruas.

"São Paulo era uma cidade suja e feia, coberta de propagandas nos muros", disse o secretário municipal de Relações Internacionais, Alfredo Cotait, "mas com uma legislação punitiva elas foram retiradas e os cidadãos puderam ver a beleza original dos edifícios".

A cidade vê sua participação como parte da estratégia para aprender "como é o funcionamento e a organização do evento" e preparar sua própria candidatura para abrigar a Exposição Universal de 2020.

O dia começou com a atuação do Balé da Cidade de São Paulo, que interpretou duas peças de seu repertório perante centenas de visitantes.

A programação do pavilhão de São Paulo inclui também vários shows de música tradicional brasileira e rock, assim como uma plantação de árvores para simbolizar o fortalecimento das relações entre a cidade e Xangai, que são cidades irmãs.

Porto Alegre, por sua vez, comemora amanhã o seu dia na feira tratando de mostrar as potencialidades da cidade e de seu sistema de "Governo solidário".

O prefeito do Porto Alegre, José Fortunati, disse à Agência Efe que sua cidade tinha sido escolhida por ter "um modelo de Governo participativo, com orçamentos participativos e um conceito de Governo local solidário que conta com a Prefeitura, os cidadãos e os grupos empresariais".

Fortunati assegurou que sua presença na Exposição de Xangai "é uma porta de entrada para potencializar as relações comerciais, culturais e educativas" de Porto Alegre com Xangai e com a cidade próxima de Suzhou (a cerca de 80 quilômetros), cidade irmã da capital gaúcha.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host