UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

11/06/2010 - 19h54

FBI investiga ataque cibernético na rede do iPad da AT&T

EFE
Washington, 11 jun (EFE).- O FBI (polícia federal americana) informou hoje que investiga um possível ataque cibernético ao site da operadora AT&T que expôs os e-mails dos usuários do iPad, entre os quais pode haver membros do Pentágono e congressistas.

"Já abrimos inquérito contra o incidente, uma grande ameaça cibernética", disse à Agência Efe o porta-voz do FBI Jason Pack.

A AT&T, que oferece com exclusividade nos Estados Unidos o serviço de internet 3G e iPad, emitiu na quarta-feira um comunicado pouco depois de o site "Gawker" denunciar que um grupo de hackers obteve os endereços de e-mail de 114 mil usuários.

Segundo o site, entre esses usuários, pode estar o prefeito de Nova York, Michael Bloomberg, e outras autoridades.

O grupo também pode ter acessado os números de identificação que estes usuários possuem em suas comunicações com a rede da AT&T.

A companhia destacou que teve conhecimento da "grande exposição" das informações pessoais de alguns clientes, que só afetou os usuários de iPad que usaram a internet 3G da AT&T.

Embora tenha garantido que a única informação à qual puderam ter acesso foi o endereço do e-mail, a AT&T decidiu fechar a função que fornece este dado até que o incidente seja esclarecido.

A AT&T afirmou que o problema aconteceu na terça-feira e que foi informada por um cliente. A Apple, fabricante do iPad, não fez nenhum comentário sobre a falha de segurança. A AT&T se desculpou pelo ocorrido e garantiu que notificará a todos sobre o desenrolar do caso.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host