UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

15/06/2010 - 11h47

Ahmadinejad considera que acordo com Brasil e Turquia "ainda está vivo"

EFE
Teerã, 15 jun (EFE).- O presidente iraniano, Mahmoud Ahmadinejad, assegurou hoje que o acordo nuclear assinado em 17 de maio com o Brasil e Turquia "é um documento que ainda está vivo" e pode contribuir para mudar as relações internacionais.

Durante uma audiência com o presidente do Parlamento turco, Mehmet Ali Sahin, de visita oficial em Teerã, o líder acusou o Ocidente de egoísmo já que em nenhum momento quis resolver os problemas.

"A Declaração de Teerã é um mecanismo que está vivo e que pode ter um papel importante. É o início de uma nova era", afirmou.

"Não só trata a questão nuclear iraniana, mas representa um novo modelo para as relações internacionais baseadas na negociação, na lógica e na justiça", acrescentou.

Com esse argumento, Ahmadinejad aproveitou para criticar de novo às potências do Ocidente, às que acusou de serem responsáveis pelo beco sem saída na qual entrou a polêmica nuclear iraniana.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host