UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

30/06/2010 - 15h38

Ex-executivo da BP supervisionará reforma interna do Governo britânico

EFE
Londres, 30 jun (EFE).- O ex-executivo-chefe da British Petroleum (BP) John Browne, que foi substituído nesse cargo em 2007 por Tony Hayward, será responsável por supervisionar uma reforma interna do Governo britânico a fim de que funcione mais como uma empresa, anunciou hoje o secretário de Estado Francis Maude.

Browne, que renunciou há três anos, assumirá o papel de diretor não executivo no conselho do escritório do gabinete - que coordena todos os ministérios -, de onde supervisionará a transformação de todas as pastas.

Entre suas tarefas, o diretor, que continua vinculado ao setor energético, coordenará com os secretários de Estado do Governo de coalizão para colocar os líderes empresários nos conselhos de cada um dos ministérios.

"A nomeação de diretores não executivos promoverá o debate nos conselhos ministeriais, como foros onde a liderança política e oficial se juntarão para melhorar o rendimento", declarou Maude.

John Browne renunciou o cargo na BP em maio de 2007, após 41 anos na empresa, ao ser acusado de mentir sob juramento perante um tribunal. Sua renúncia aconteceu três meses antes do que foi inicialmente projetado.

No mês de agosto seguinte à sua renúncia, Browne recebeu uma proposta do Governo trabalhista de Tony Blair e voltou ao mundo da energia ao ser nomeado à frente do novo braço europeu da empresa de capital privado americano Riverstone Holdings.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host