UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

16/07/2010 - 18h34

"Não somos perfeitos", diz diretor da Apple sobre iPhone 4

EFE
Fernando Mexía.

Los Angeles (EUA), 16 jul (EFE).- O executivo-chefe da Apple, Steve Jobs, readmitiu hoje os problemas de recepção de sinal do iPhone 4, mas insistiu em que estes são comuns em todos os telefones inteligentes do mercado.

Em entrevista coletiva realizada na sede da companhia, em Cupertino, no norte da Califórnia, Jobs defendeu a sua posição. "Não somos perfeitos e os telefones também não o são", em defesa às críticas divulgadas na imprensa.

No entanto, a empresa anunciou que distribuirá capas gratuitas para amenizar o problema ou devolverá o dinheiro dos usuários descontentes com a compra do produto.

"A maior porcentagem é de consumidores satisfeitos diante de todos os iPhones e telefones inteligentes que estão aí fora", falou o diretor da empresa.

Segundo os dados da Apple, só 0,55% dos compradores do iPhone 4 se queixaram de problemas com a antena de seu telefone ao serviço de atendimento ao cliente da companhia e a taxa de devolução destes dispositivos foi um terço da que aconteceu semanas depois do lançamento do iPhone 3GS.

Porém, Jobs não ocultou que tinham detectado uma maior incidência de chamadas fracassadas no iPhone 4 que em seu antecessor.

Dadas estas explicações, o executivo-chefe da Apple anunciou que a companhia decidiu enviar gratuitamente aos compradores do iPhone 4 que fizerem sua aquisição até 30 de setembro, capas que servem para proteger o telefone das interferências que ocorrem se o aparelho for segurado de determinada maneira.

"E se ainda assim o cliente não ficar satisfeito, pode devolver seu telefone. Devolveremos todo o dinheiro em 30 dias. Queremos que todo mundo esteja contente", disse Jobs.

Outra solução para evitar as quedas na recepção de sinal do iPhone 4 é comprar uma capa de borracha. Porém, a Apple alertou que não pode ser produzido o número suficiente para todos os aparelhos no mercado neste trimestre.

No caso de algum usuário ter adquirido por conta própria um desses protetores de borracha, a Apple se comprometeu em reembolsar o custo do mesmo, inclusive para fora dos Estados Unidos.

"Fazemos isto porque amamos os nossos usuários. Quando temos êxito, eles nos recompensam. Nós tomamos isto como algo pessoal", afirmou Jobs.

"Para todo o setor consistente, sempre é um desafio melhorar a tecnologia das antenas para que não haja pontos fracos", explicou Jobs, que negou os rumores que ele já sabia dos problemas da antena um ano antes de o aparelho sair à venda.

Por enquanto, a empresa evitou se pronunciar sobre a possibilidade de ter havido um redesenho do hardware do iPhone 4, a fim de erradicar na fábrica a falha de recepção do telefone.

"Podemos fazê-lo melhor atualmente? Pode ser, veremos isso já", manifestou.

A Apple vendeu mais de 3 milhões de iPhone 4 desde seu lançamento em cinco países no final de junho e comunicou hoje que o dispositivo chegará a outros 17 em 30 de julho.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host