UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

19/07/2010 - 10h19

Telefónica contrata advogados holandeses para dissolver Brasilcel

EFE
Madri, 19 jul (EFE).- A Telefónica contratou o escritório de advogados holandês De Brauw Blackstone Westbroek, que assessorou à operadora e a Portugal Telecom na criação da Brasilcel - a sociedade conjunta que controla a Vivo -, para avançar em sua dissolução, segundo disseram hoje à Agência Efe fontes próximas a operação.

Após extinguir na sexta-feira a oferta de compra que apresentou pela participação da Portugal Telecom (PT) na Vivo, a companhia espanhola iniciou sua estratégia jurídica para seguir brigando por assumir o controle da Vivo.

Para começar, a empresa presidida por César Alierta contratou os serviços deste escritório de advogados, com sedes em Amsterdã, Londres, Nova York e Pequim, que assessorou as duas empresas na criação de Brasilcel em 2001.

O objetivo é dissolver a sociedade que as duas companhias controlam com partes iguais e detém 60% da Vivo.

Entre as medidas as quais poderia recorrer a Telefónica está a de apresentar uma denúncia diante do Tribunal de Arbitragem de Haia.

A multinacional espanhola comunicou na madrugada de sábado o fim do prazo dado a Portugal Telecom para adquirir deles 30% da Vivo, com uma oferta de 7,150 bilhões de euros.

O Governo de Portugal considerou insuficiente este montante, apesar de a empresa espanhola ter aumentado em duas ocasiões a proposta inicial de 5,7 bilhões de euros.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host