UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

20/07/2010 - 19h05

Matriz da United Airlines lucra quase dez vezes mais no segundo trimestre

EFE
Nova York, 20 jul (EFE).- A matriz da United Airlines quase conseguiu multiplicar por dez os seus lucros no segundo trimestre deste ano, terminando a primeira metade do ano no positivo com um lucro semestral de US$ 191 milhões, frente aos US$ 354 milhões perdidos no mesmo período em 2009, quando a crise afetou todo o setor.

A United Airlines (UAL), que está em processo de fusão com a Continental Airlines para criar a maior companhia aérea do mundo, revelou nesta terça-feira que seu lucro líquido no primeiro semestre do ano foi de US$ 0,96 por ação, frente aos US$ 2,44 por título perdidos no ano passado.

A recuperação foi mais contida que o esperado pelos analistas, mas só foi possível graças ao aumento de 22% na receita semestral (até US$ 9,4 bilhões). Além disso, esse aumento na receita conseguiu cobrir o aumento de 12,9% nas despesas operacionais (US$ 8,899 bilhões).

Só no segundo trimestre do ano, a UAL ganhou US$ 273 milhões (US$ 1,29 por ação), o que representa praticamente dez vezes mais que os US$ 28 milhões (US$ 0,19) ganhos no ano anterior.

Grande parte deste avanço também só foi possível graças ao aumento de 23,4% dos lucros nas operações, que alcançaram os US$ 5,161 bilhões, compensando o aumento de 20,9% nas despesas operacionais, que chegaram a US$ 4,727 bilhões - afetadas, entre outros fatores, por um aumento do 80% no custo trimestral do combustível.

Durante o segundo trimestre, a receita da companhia aérea por cada passageiro transportado por milha em assentos disponíveis (PRASM, na sigla em inglês) aumentou 26,9% frente ao mesmo período de 2009.

Esta medida - que serve de referência no setor aéreo para medir a evolução do negócio - avançou 19,1% nos voos nacionais, 52% nos voos que cobrem o Pacífico, 33,1% em viagens que cruzam o Atlântico e 55,9% nas conexões com a América Latina.

A respeito do processo de fusão com a Continental - uma operação que tiraria a Delta Airlines do posto de maior companhia aérea do mundo -, a companhia declarou que os sindicatos de pilotos de ambas as empresas começaram a entrar em um acordo para trabalharem juntos.

Os analistas já esperavam uma clara melhoria das contas da United, assim como das outras companhias aéreas americanas, já que todas estão se beneficiando do aumento da demanda depois da recessão que as castigou com força no ano passado.

A United é a segunda grande companhia aérea que apresenta resultados nesta temporada. A Delta o fez na segunda-feira, surpreendendo os analistas com seu maior lucro trimestral da última década (US$ 467 milhões, US$ 0,55 por ação).

A Delta fechou a primeira metade de 2010 com lucro de US$ 211 milhões (US$ 0,25 por ação), mas suas previsões para o próximo trimestre decepcionaram os investidores.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host