UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

04/08/2010 - 12h52

Atividade no setor de serviços dos EUA cresce em julho

EFE
Nova York, 4 ago (EFE).- A atividade no setor de serviços nos Estados Unidos avançou em julho em maior ritmo que no mês anterior e mais do que se previa, segundo dados divulgados hoje pelo Instituto de Gestão de Fornecimento (ISM, na sigla em inglês).

O índice que elabora essa entidade se situou no mês passado em 54,3 pontos, comparado aos 53,8 pontos de junho e aos 53 pontos que calculavam os analistas.

Um registro superior a 50 pontos indica um avanço generalizado da atividade no setor e, se fica abaixo desse nível, reflete uma contração.

"Os comentários dos indagados são díspares", manifestou o diretor do comitê do ISM encarregado de realizar a pesquisa, Anthony Nieves. No entanto, ele acrescenta que os índices mostraram uma ligeira inclinação para um cauteloso otimismo sobre as condições de negócio.

A atividade nesse setor da economia se manteve em fase de crescimento durante sete meses consecutivos, mas em junho perdeu força com relação aos três meses anteriores.

O subíndice relativo a emprego avançou para 50,9 pontos, frente aos 49,7 pontos de junho. Já o subíndice correspondente a novas encomendas às empresas subiu para 56,7 pontos no mês passado, ante os 54,4 pontos do mês anterior.

Os cálculos do ISM refletiram uma queda nos preços pagos pelas empresas por bens e serviços para desenvolver sua atividade. O subíndice que mede essa variável se situou em 52,7 pontos, comparado com os 53,8 pontos de junho.

Outros dados divulgados por esta mesma entidade no início da semana mostram que a atividade manufatureira continuou avançando em julho, embora a um ritmo menor que no mês anterior.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host