UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

05/08/2010 - 11h31

Presidente do BCE diz que dados do 3º trimestre foram melhores que o esperado

EFE
Frankfurt (Alemanha), 5 ago (EFE).- O presidente do Banco Central Europeu (BCE), Jean-Claude Trichet, disse hoje que "os dados econômicos disponíveis do terceiro trimestre foram melhores que o esperado", depois que a instituição decidiu manter as taxas de juros em 1%.

Na entrevista coletiva após a reunião do Conselho do BCE, Trichet considerou que o atual nível das taxas de juros na zona do euro é "adequado".

Previamente, o principal órgão executivo da entidade monetária decidiu manter sua taxa básica de juros em 1% pelo 16º mês consecutivo.

O presidente do BCE assegurou que a evolução da economia da zona do euro no segundo trimestre foi muito boa e previu que no terceiro trimestre será melhor que o previsto anteriormente.

No entanto, Trichet disse que a atual situação ainda gera "incerteza" e que "não podemos declarar vitória", mantendo uma atitude de prudência e cautela.

Trichet deu as boas-vindas aos testes de solvência aos quais os bancos europeus foram submetidos.

O Comitê de Supervisores Bancários Europeus (CEBS, na sigla em inglês), com sede em Londres, publicou no dia 23 de julho os resultados dos testes de solvência aplicados a 91 bancos europeus.

As avaliações foram "amplas e rigorosas", segundo Trichet, que também considerou que elas "confirmam a resistência do sistema bancário da União Europeia (UE) e da zona do euro em seu conjunto a impactos financeiros e econômicos severos".

Os testes de solvência também contribuíram para aumentar significativamente a transparência sobre as condições financeiras atuais e as exposições a riscos das 91 instituições que participaram da avaliação.

"Os testes representam um passo importante para restaurar a confiança do mercado", disse Trichet.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host