UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

11/08/2010 - 09h17

Banco da Inglaterra rebaixa previsão de crescimento para 2,5% em 2011

EFE
Londres, 11 ago (EFE).- O Banco da Inglaterra (banco central britânico) rebaixou hoje sua previsão de crescimento para a economia do Reino Unido em 2011 para 2,5%, contra os 3,4% apontados em maio, e admitiu que o panorama econômico é "mais fraco que o de três meses atrás".

O presidente do banco, Mervyn King, divulgou o relatório trimestral da instituição sobre a economia britânica e disse que apesar de prever que a recuperação continuará nos próximos meses, ela será a um ritmo mais lento que o esperado até agora.

Apesar da forte revisão em baixa da previsão por parte do Banco da Inglaterra, o número se situa ainda acima dos 2,3% previstos pelo Escritório para Responsabilidade Orçamentária (OBR, na sigla em inglês), organismo criado pelo novo Governo britânico para supervisionar as contas do Estado.

King advertiu que a economia do Reino Unido enfrentará "uma recuperação turbulenta" nos próximos dois anos e admitiu que a inflação se manterá acima dos 2% fixados com objetivo pelo Banco da Inglaterra para o final de 2011, devido, sobretudo, à prevista alta do imposto sobre valor agregado (IVA) para 20% a partir de janeiro.

A revisão do banco é a primeira desde a aprovação do orçamento de emergência do novo Governo conservador-liberal, que incluiu fortes cortes na despesa para reduzir o déficit público, que gira em torno de 200 bilhões de euros.

O presidente do banco assegurou que "passarão muitos anos antes que as contas das empresas voltem à normalidade" e voltou a chamar a atenção sobre a falta de concessão de créditos dos bancos como um importante elemento para frear a recuperação.
Hospedagem: UOL Host