UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

16/08/2010 - 14h00

Petrobras admite problemas de conservação em plataformas

EFE
Rio de Janeiro, 16 ago (EFE).- O presidente da Petrobras, José Sérgio Gabrielli, admitiu hoje que pode haver problemas de conservação em algumas plataformas da companhia, mas não de segurança.

"Elas (as plataformas) estavam feias, estavam com problemas, precisando talvez alguma coisa de conservação. Admito que têm problemas de conservação, mas nós jamais colocaríamos nossos trabalhadores e nossos sistemas em risco", afirmou Gabrielli, em declarações a jornalistas.

Gabrielli se referia assim à decisão divulgada na quinta-feira pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) de ordenar a suspensão das operações na plataforma P-33, por possíveis riscos de acidentes.

A suspensão foi determinada depois que um grupo de fiscais do organismo realizou uma inspeção na P-33 para verificar denúncias sobre falhas de segurança e peças oxidadas e quebradas que supostamente colocam em risco tanto os funcionários quanto a instalação.

Segundo Gabrielli, a inspeção na P-33 foi feita poucas semanas antes da paralisação programada que a Petrobras pretendia fazer na plataforma para submetê-la a manutenção e reparar os eventuais problemas de conservação.

"Todas as decisões de continuar a operação foram tomadas porque temos a certeza de que essas unidades, que precisam de mais conservação, não ameaçam a integridade da plataforma nem das pessoas", afirmou o presidente da estatal.
Hospedagem: UOL Host