UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

17/08/2010 - 17h23

Brasil e Chile se comprometem a promover investimento mútuo

EFE
Brasília, 17 ago (EFE).- Os ministros das Relações Exteriores do Brasil, Celso Amorim, e do Chile, Alfredo Moreno, discutiram hoje diversos assuntos bilaterais e se comprometeram a promover ações que favoreçam os investimentos nos dois países.

O encontro dos ministros foi realizado em Brasília, no marco da primeira reunião da Comissão Bilateral Brasil-Chile, que coordena o diálogo e a cooperação entre os países.

Amorim explicou que um dos assuntos abordados foi o aumento dos investimentos mútuos, com o objetivo de buscar um maior equilíbrio.

O Brasil tem interesse especial em aumentar o investimento de suas empresas particulares no Chile, que até agora está em US$ 2 bilhões, contra os quase US$ 8 bilhões que o setor privado chileno mantém na economia brasileira.

Amorim também avaliou o acordo que permitirá fundir as atividades da companhia aérea TAM com a chilena LAN, que foi anunciado na sexta-feira passada em Santiago e criará o grupo Latam.

"Acho que fusões entre empresas sul-americanas sempre são uma coisa muito positiva", declarou.

Os ministros também fizeram uma revisão do progresso das relações comerciais entre os países, que situou o Chile como o segundo maior parceiro do Brasil, só atrás da Argentina.

Segundo dados oficiais, entre janeiro e julho, o intercâmbio comercial entre Brasil e Chile chegou a US$ 4,38 bilhões, o que mostra um crescimento de 61% em relação ao mesmo período em 2009.

No encontro também foram assinados sete acordos nas áreas de infra-estrutura, integração produtiva, saúde, social e ciência e tecnologia.
Hospedagem: UOL Host