UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

06/09/2010 - 02h58

BOJ avalia medidas de emergência em reunião mensal

Tóquio, 6 set (EFE).- O Banco do Japão (BOJ, banco central japonês) começou hoje sua reunião mensal de dois dias para avaliar o alcance das medidas de emergência tomadas em 30 de agosto e previsivelmente manterá as taxas de juros em 0,1%.

A entidade emissora poderia considerar novas medidas de flexibilização monetária após a grande valorização do iene desde agosto frente às principais divisas mundiais, o que põe em risco a frágil recuperação da economia japonesa.

Em 30 de agosto o BOJ se reuniu em caráter de emergência para ampliar um programa de empréstimos a baixos juros para as entidades financeiras até 30 trilhões de ienes.

Essa medida tinha como objetivo resistir às altas do iene a seu mais alto nível em 15 anos frente ao dólar e quase uma década frente ao euro.

Na reunião que começou hoje espera-se que o BOJ avalie a marcha do primeiro pacote de empréstimos a setores estratégicos, como meio ambiente e atendimento social, para consolidar o crescimento econômico.

A frágil recuperação econômica do Japão, cujo Produto Interno Bruto (PIB) cresceu 0,4% a ritmo anual entre abril e junho, se vê ameaçada pela persistente deflação.

No entanto, até o momento, o BOJ manteve que a situação econômica está se recuperando moderadamente, ajudada pela melhoria nas economias estrangeiras.
Hospedagem: UOL Host