UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

14/09/2010 - 09h56

Fabricante de avião que caiu na Venezuela oferece apoio técnico

Paris, 14 set (EFE).- A empresa europeia ATR, fabricante do avião que caiu na segunda-feira no sudeste da Venezuela causando a morte de 15 pessoas, indicou hoje que colocou "todo o seu apoio técnico" à disposição da companhia estatal Conviasa e das autoridades encarregadas da investigação.

"Por enquanto, não se conhecem as causas do acidente", ressaltou a ATR, em comunicado que lembrou que as autoridades venezuelanas são a fonte oficial de informação, embora o Escritório de Investigações e Análises da França (BEA, na sigla em francês) também participe da investigação.

A aeronave, um turbo hélice de dois motores ATR 42-320 (capaz de transportar entre 46 e 50 passageiros), foi fabricada em fevereiro de 1994 e desde então acumulava mais de 25 mil horas de voo, destacou a empresa construtora, uma sociedade do grupo europeu EADS e do italiano Finmeccanica.

O avião era operado pela estatal aérea venezuelana Conviasa desde outubro de 2006. Com 51 pessoas a bordo, a aeronave ia de Porlamar, em Isla de Margarita, a Ciudad Guayana, onde caiu, aparentemente quando tentava uma aterrissagem de emergência.

Os ATR 42-300 iniciaram sua vida ativa em 1985 e por enquanto há 240 unidades em serviço, com sete milhões de horas de voo acumuladas.
Hospedagem: UOL Host