UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

24/03/2011 - 11h14

Taxa de desemprego no Brasil atinge maior nível em 6 meses em fevereiro

Rio de Janeiro, 24 mar (EFE).- O índice de desemprego no Brasil em fevereiro foi de 6,4% da população economicamente ativa, o maior nível dos últimos seis meses, informou nesta quinta-feira o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

A taxa de desemprego, que havia caído em dezembro para 5,3%, seu menor nível em oito anos, subiu em janeiro para 6,1% e em fevereiro foi elevada 0,3% devido a fatores como a eliminação dos postos de trabalho temporários gerados pelo aumento das vendas de fim de ano.

Apesar da taxa de desemprego de fevereiro ter sido 1% inferior à registrada no mesmo mês do ano passado (7,4%), o índice não era tão elevado desde outubro de 2010, quando atingiu 6,2%.

Segundo o IBGE, o número de desempregados nas seis maiores regiões metropolitanas do Brasil, onde é medido o índice nacional, alcançou em fevereiro 1,5 milhão, com um crescimento de 6% com relação de janeiro.

Na comparação anualizada, no entanto, o número de desempregados caiu 12,4%, visto que era de 1,7 milhão em fevereiro de 2010.

N mesmo mês deste ano havia 22,2 milhões de pessoas empregadas nas seis cidades (São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Salvador, Recife e Porto Alegre), um número similar ao de janeiro e 2,4% superior ao de fevereiro do ano passado graças à geração de 515 mil novos postos de trabalho.

O IBGE informou ainda que a renda média do trabalhador brasileiro em fevereiro foi de R$ 1.540,30, 3,7% superior à do mesmo mês do ano passado, mas 0,5% inferior à de janeiro.

A taxa média de desemprego no Brasil em 2010 foi de 6,7%, a menor em oito anos, o que foi atribuído ao crescimento de 7,5% da economia brasileira no período.

Segundo dados do Ministério do Trabalho, no ano passado o país gerou um recorde de 2,52 milhões de novos empregos formais e nos dois primeiros meses de 2011 já havia criado 448.742 postos, número inédito para o período.
Hospedagem: UOL Host