UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

06/12/2007 - 20h21

CVM recebeu 70 reclamações sobre oferta da BM&F

São Paulo - Os questionamentos de investidores da oferta pública inicial de ações (IPO) da Bolsa de Mercadorias & Futuros (BM&F) recebidas pela Comissão de Valores Mobiliários (CVM) somaram 70 e superaram os 65 registrados na operação da Bovespa Holding.

Conforme balanço divulgado pela autarquia, que abrange as demandas recebidas até ontem, um dos assuntos que foi detectado com maior freqüência foi que alguns funcionários de corretoras conseguiram receber ações da BM&F e outros não, o que levou reclamações sobre os critérios do rateio.

Outro questionamento comum foi quanto ao porcentual de ações, considerado pequeno, destinado às pessoas físicas. Estava estipulado para as pessoas físicas um mínimo de 10% e um máximo de 20% de total de ações da oferta.

A CVM informa que os questionamentos que envolvem a atuação de instituições intermediárias estão sendo apurados. Na oferta da Bovespa, a maioria das reclamações dizia respeito a erros ou falhas de corretoras ao processar o pedido de reserva. Também houve questionamentos sobre a forma do rateio e a falta de informações.

Ana Paula Ragazzi
Hospedagem: UOL Host