UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

14/02/2008 - 08h30

Governo quer Infraero na Bovespa

Brasília - O governo decidiu acelerar os estudos para a abertura de capital da Infraero, empresa responsável por administrar os aeroportos brasileiros.

De acordo com uma fonte do Ministério da Fazenda, a idéia é colocar a empresa no Novo Mercado da Bovespa, que tem regras mais rígidas de transparência e gestão.

Uma das exigências para se fazer parte do Novo Mercado é a colocação de 25% das ações para negociação no pregão da Bolsa. O volume elevado exigido, no entanto, pode inibir o ingresso imediato no Novo Mercado, ainda que este seja considerado o cenário ideal, que provocaria um choque de gestão na Infraero.

A venda de ações pode render ao governo R$ 2 bilhões, que poderiam ser utilizados para reforçar o orçamento de investimentos da companhia, melhorando a estrutura aeroviária do País. Mesmo com a abertura do capital, a empresa continuará sob controle do governo, como a Petrobras e o Banco do Brasil.

Ainda esta semana, representantes dos ministérios da Fazenda e da Defesa, pasta à qual a Infraero está subordinada, devem se reunir para definir a forma de encaminhamento dos trabalhos. Provavelmente, o governo terá que traçar um cronograma de venda gradual das ações, pois uma colocação de 25% do capital é avaliada na área técnica como elevada. As informações são do jornal "O Estado de S. Paulo".
Hospedagem: UOL Host