UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

24/04/2009 - 12h07

Petrobras recorre de liminar que impede pagamento de R$ 3 bi a acionistas

Rio - A Petrobras informou hoje que entrou com pedido para cassar a liminar que impediu o pagamento da primeira parcela de dividendos da empresa, que seria realizada hoje.

O pagamento, no montante total de R$ 3,334 bilhões, equivalente a R$ 0,38 por ação, é referente aos juros sobre capital próprio, com base na posição acionária de 26 de dezembro.


Como o depósito aos acionistas não poderá ser feito hoje por decisão da Justiça, a estatal esclareceu que pretende divulgar um novo cronograma de pagamento assim que obtiver a suspensão da liminar.

A ação que suspendeu o pagamento dos dividendos da Petrobras é do início da década de 1980 e foi movida pelo advogado Walter do Amaral com o objetivo de reaver perdas do governo de São Paulo com a Paulipetro, empresa petroleira criada para buscar petróleo na bacia do Rio Paraná.

A ação tem entre os réus, além da Petrobras, o ex-governador Paulo Maluf e os dois ex-secretários Osvaldo Palma e Sílvio Fernandes Lopes, a Cesp e o Instituto de Pesquisas Tecnológicas de São Paulo. Segundo informações da Petrobras, a Justiça decidiu hoje penhorar o pagamento de dividendos, enquanto o caso Paulipetro não é julgado.
Hospedagem: UOL Host