! IR: prazo está acabando, e nem a metade enviou a declaração ainda! - 19/04/2005 - UOL Economia
UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

19/04/2005 - 11h40

IR: prazo está acabando, e nem a metade enviou a declaração ainda!

[selo]
Do InfoMoney

SÃO PAULO - A Receita Federal abriu o prazo para entrega da Declaração do Imposto de Renda 2005 (ano-base 2004) em 1º de março último. Mas, mesmo tendo dois meses para acertar as contas com o Fisco, grande parte dos contribuintes acabou adiando a obrigação e deve enfrentar a correria de última hora, típica de todos os anos.

Mais da metade ainda precisa declarar em 2005!
Prova disto é o balanço preliminar divulgado pela Receita Federal na semana passada. Até o dia 14 de abril, mais de oito milhões de declarações haviam sido entregues, volume 16% maior que o registrado sobre igual período em 2004. Entretanto, em relação ao total de declarações que o Governo espera receber, em torno de 20 milhões, ainda faltam declarar o IR nada menos do que 60% dos contribuintes!

Um pequeno detalhe: o prazo termina nos próximos dias, em 29 de abril. Neste sentido, o risco de congestionamento nos sistemas da Receita se torna cada vez maior à medida que a data final de entrega se aproxima. O ideal, portanto, é correr contra o relógio e garantir a sua declaração dentro do prazo para não ter que arcar com o pagamento de multa e juros pelo atraso.

Se você faz parte dos 12 milhões de contribuintes que ainda não estão em dia com o Leão do IR, aproveite o feriado prolongado de Tiradentes (21/04) para preparar toda a documentação necessária com calma, baixar os programas para o preenchimento e envio da declaração no site da Receita Federal, e tirar todas as suas dúvidas em relação à prestação das informações.

Feito isto, preencha e envie o formulário dando preferência para a forma eletrônica, que lhe garantirá uma melhor posição na fila de restituições a serem pagas. Isto porque as declarações recebidas são analisadas na seguinte ordem: internet, disquete, telefone e formulário impresso.

Atenção ao prazo de pagamento das quotas
Outro cuidado que você deve ter: atenção ao prazo de pagamento das quotas, caso no lugar de receber restituição do imposto pago a mais em 2004, você tenha que pagar o IR devido naquele ano ao Fisco. Ao entregar a sua declaração você será informado se terá, ou não, que pagar o imposto. Caso a resposta seja afirmativa, então saiba que poderá parcelar o débito em até seis quotas.

Mas o que muitas pessoas não sabem é que o pagamento à vista ou da primeira parcela do imposto devido deve ser efetuado exatamente no mesmo dia em que se encerra o prazo de entregas das declarações, ou seja, 29 de abril. Mais um motivo para você não deixar tudo para a última hora.

Vale destacar que a regra para o parcelamento do IR é a seguinte: as quotas não podem ter valor inferior a R$ 50; caso o imposto total seja de até R$ 100, então terá que ser pago à vista; e se não passar de R$ 10 não precisará ser pago. Além disto, é possível optar pelo parcelamento, mesmo no caso de você ter escolhido o pagamento à vista, sem a necessidade de retificar sua declaração.

Dinheiro a receber ou a pagar?
É comum que o contribuite, ao elaborar a declaração, já tenha em mente uma estimativa de quanto receberá em restituição do imposto ou quanto está devendo ao Fisco. Entretanto, o assunto ainda é confuso para um grande número de pessoas. Neste sentido, para saber mais sobre a conta que você deverá fazer para chegar a tais estimativas, clique aqui.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host