! Fraudes: Receita alerta para os e-mails falsos - 06/06/2006 - UOL Economia
UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

06/06/2006 - 08h28

Fraudes: Receita alerta para os e-mails falsos

[selo]
Do InfoMoney

SÃO PAULO - Nos primeiros meses do ano, época em que a Receita Federal, em geral, anuncia a suspensão dos CPFs que estão em situação irregular, aumentam os casos de fraudes virtuais.

Preocupada com a propagação de e-mails falsos, que buscam induzir os contribuintes a fornecerem informações, a Receita Federal tem alertado os contribuintes para o fato de que não envia mensagens sem a autorização do cidadão. Além disso, nenhuma empresa parceira ou conveniada tem autorização para mandar e-mails em nome da Receita.

Cada vez mais sofisticados
Mas, como funciona a fraude? Simples, os fraudadores aproveitam essa época em que o contribuinte está preocupado com a restituição do IRPF para enviar e-mails falsos em nome da Receita, convocando o usuário a regularizar sua situação cadastral.

Porém, nos últimos tempos, as mensagens têm se sofisticado. Agora, além do timbre do Governo Federal, Receita Federal e do Ministério da Fazenda, a mensagem exibe um certificado digital que comprova a autenticidade do site.

Para tanto, os fraudadores incluem no código de HTML do e-mail links para páginas do site da Receita, que efetivamente possuem certificado digital. Assim, quando abre a mensagem, a vítima se vê diante de um pop-up que o avisa de que está acessando um site certificado pela ICP-Brasil (Infra-estrutura de Chaves Públicas Brasileira).

Restituição errada "fisga" usuário
De sua parte as vítimas são "fisgadas" pelo bolso: um dos e-mails alerta que algumas restituições foram feitas de forma equivocada, o que daria à vítima direito ao recebimento de um saldo adicional. Em outro caso, a mensagem aponta que a declaração de Imposto de Renda possui erros e que uma declaração retificadora deve ser enviada.

Diante disso, a vitima é convidada a clicar em dois links, um referente aos usuários que já receberam restituição e outro para aqueles que ainda não receberam. Ao clicar no link o usuário aciona o download de um vírus do tipo cavalo de tróia que, através de programa espião, rouba a senha das vítimas e as envia por e-mail para o golpista.

Receita não envia e-mail
De sua parte a Receita reitera que não envia, em hipótese alguma, mensagens eletrônicas sem a autorização do contribuinte. Assim sendo, se você recebeu algum e-mail dessa natureza recentemente, a Receita recomenda que o contribuinte apague imediatamente a mensagem recebida, e que:
  • Nunca abra qualquer arquivo anexado: em geral são arquivos executáveis que causam danos ao computador e/ou procuram captar informações sigilosas;

  • Nunca acione links:mesmo que esteja escrito o nome da Receita as mensagens de clique aqui não foram enviadas pelo órgão.
"O contribuinte não deve responder a qualquer mensagem dessa natureza, sob risco de estar repassando aos fraudadores dados pessoais, fiscais e bancários", alerta o órgão. Na dúvida, ao invés de acessar o endereço a partir do e-mail, entre diretamente no site, ou ligue para a Receita Federal para confirmar a informação.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host