! Ano começa com diversos gastos. Prepare seu orçamento! - 02/01/2008 - InfoMoney
UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

02/01/2008 - 18h00

Ano começa com diversos gastos. Prepare seu orçamento!

SÃO PAULO - Agora que você já aproveitou as festas de fim de ano, começam a chegar os "presentes" de início de ano. São várias faturas que incluem tributos e despesas sazonais, como o IPVA, IPTU, gastos com educação (matrícula e material escolar), fatura do cartão de crédito com os gastos de Natal, viagens de férias etc. Enfim, com tantas despesas quem não planeja os gastos com antecedência acaba começando o ano no vermelho.

O segredo é planejar

Desse modo, quanto antes você se preparar, melhor. Não se esqueça que todo ano os gastos aumentam consideravelmente nos primeiros meses, de forma que é recomendável que você faça uma reserva para saldar todas estas dívidas. Portanto, nada de sair por aí gastando tudo o que restou do seu décimo terceiro salário com o que vier na cabeça. Aproveite o dinheiro extra para pagar as dívidas. Se você não tem um fundo de reserva para os gastos acima, é bom se preocupar, mas não é preciso se desesperar.

Nunca é tarde para começar a planejar. Se você perceber que não terá dinheiro suficiente para cobrir os referidos gastos, talvez valha a pena cortar as despesas que já estavam planejadas, como as férias de verão ou um novo curso. É preferível levar uma vida sem muito luxo do que ter o nome incluído no banco de dados da Serasa, ou gastar uma fortuna com os juros bancários, por causa do cheque especial ou da necessidade de pegar um empréstimo para pagar as dívidas.

Os impostos estão chegando

Começam a ser cobrados em janeiro o IPVA e o IPTU. Aqui vamos destacar as principais formas de pagamento em relação a São Paulo. No que se refere ao IPVA, existem três maneiras para pagá-lo: à vista com desconto, até a data de vencimento; à vista sem desconto, após a data de vencimento ou então em três parcelas iguais sem juros. Se você pagar o seu imposto à vista, terá um desconto de 3% sobre o valor total, desde que o pagamento seja feito dentro da data de vencimento em janeiro.

Você ainda pode pagá-lo à vista em fevereiro, porém neste caso não terá desconto. A última possibilidade é parcelar o pagamento em três vezes sem juros, com pagamentos em janeiro, fevereiro e março. Esta opção só vale a pena para quem não tem dinheiro para pagar à vista.

Despesas escolares

Os estudantes, assim como os seus pais, não podem esquecer que muitos estabelecimentos de ensino cobram as matrículas no começo do ano e é preciso também comprar o material escolar de 2008. Normalmente a matrícula não assusta muito porque o consumidor já a embutiu no preço das mensalidades e dessa forma o que pesa mais no bolso são os gastos com material escolar, sobretudo com livros.

Nessa categoria de gastos, a pesquisa de preço é muito válida, já que os preços costumam variar muito de loja para loja. Quem não procurar os melhores preços irá gastar bem mais do que é preciso.

Se você tem filhos, não se esqueça que ele pode estar precisando de uniformes novos. Podem parecer gastos pequenos, mas se você fizer as contas, verá que no final o montante gasto foi bastante elevado. E se você não se preparou, terá que entrar no cheque especial e no cartão de crédito, o que é um perigo devido aos juros cobrados pelas instituições. Portanto, lápis e papel na mão para anotar exatamente tudo o que será gasto com educação neste início de ano.

Não se esqueça das férias

Umas das grandes despesas em todo o ano são as férias, que geralmente também ocorrem nos primeiros meses do ano, até o Carnaval. Trata-se de um gasto extraordinário e flexível, ou seja, você gasta quanto quiser e só se puder. Desse modo, todo dinheiro empregado nas férias deve vir de uma reserva feita ao longo do ano.

É nessas horas que fazem falta R$ 100 ou R$ 200 que deixaram de ser economizados todo mês. Se você tem o hábito de guardar R$ 200 mensais para as férias e aplicá-lo num fundo de renda fixa, por exemplo, certamente terá acumulado uma quantia suficiente para curtir as suas férias.

Mas se esse não é o seu caso, talvez será preciso parcelar a passagem e as despesas da viagem. Muitas companhias aéreas oferecem o parcelamento dos bilhetes sem juros, o que é bastante vantajoso, mesmo com dinheiro para pagar à vista. Em todo caso, lembre-se que na chamada alta temporada (férias de verão e férias de julho) os preços ficam lá em cima e se você puder viajar em outra data, não pense duas vezes. Esperar até depois do Carnaval pode ser uma boa dica para economizar.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host