UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

07/07/2009 - 16h05

Carga tributária deste ano deve cair pela primeira vez desde 2003

SÃO PAULO - Em 2009, a carga tributária deve registrar a primeira queda, em comparação ao ano anterior, desde 2003, segundo análise do coordenador-geral de estudos, previsão e análise da Receita Federal, Marcelo Lettieri.

De acordo com ele, os cortes nos impostos, como as recentes reduções do IPI (Imposto sobre Produtos Industrializados) para veículos, eletrodomésticos e materiais de construção, e o desaquecimento da economia seriam os motivos para a diminuição.

"Em nível federal, em 2009 temos uma sinalização de que a carga deve diminuir em função das desonerações e do desaquecimento da economia. Em termos globais, isso também deverá acontecer", disse Lettieri, conforme publicado pela Agência Brasil.

Arrecadações

No ano passado, o peso dos impostos sobre o PIB (Produto Interno Bruto) atingiu novo recorde, subindo para 35,8%, número 1,08 ponto percentual maior ao registrado em 2007.

No caso da União, a carga aumentou de 24,3% para 24,9% do PIB em um ano. Os estados foram responsáveis por uma carga de 9,2% e os municípios, por 1,64%. Para o especialista, o resultado da carga mostra uma base de incidência dos impostos de 48,44% em bens e serviços, que são bem mais caros para o cidadão.

No que diz respeito às receitas do período, a União ficou com 69,6% do montante de mais de R$ 1,034 trilhão que foi arrecadado. Os estados ficaram com 25,8% e os municípios, com 4,6%.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host