UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

20/07/2009 - 17h39

Importante para trabalhador, previdência privada perde US$ 5,4 trilhões com crise

SÃO PAULO - A crise atingiu em cheio a previdência privada corporativa mundial, de acordo com dados da OCDE (Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico). Para se ter uma ideia, ao final de 2008, os fundos de pensão tinham perdido US$ 5,4 trilhões, com um volume de bens administrados da ordem de US$ 22 trilhões.

Em documento divulgado em Reunião com Reguladores e Supervisores dos Fundos de Pensão de diversos países, no início deste mês, a organização ressaltou que "pensões do trabalho têm um papel fundamental ao redor do mundo, complementando a renda da aposentadoria originada do estado".

Apesar de afetado pela crise, o setor desempenha papel importante como estabilizador em um momento de maior turbulência, já que tem natureza de ativos diferentes (sem alavancagem e com pouco uso de derivativos) e conta com liquidez, uma vez que recebe regularmente a contribuição dos participantes, empregadores e empregados.

Sete recomendações

Após ressaltar a importância da previdência privada, a OCDE citou sete recomendações ligadas aos seguintes itens:


  • Condições para efetivar a regulação e supervisão do setor;
  • Estabelecimento de planos de pensão, fundos de pensão e companhias de gerenciamento de fundos de pensão;
  • Responsabilidade para os planos de pensão, bem como regras para financiamento e seguros;
  • Gerenciamento de bens;
  • Direitos dos membros e beneficiários e adequação dos benefícios;
  • Governança;
  • Supervisão.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host