UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

06/08/2009 - 08h00

Compras on-line são afetadas por falta de segurança, não pela crise, diz pesquisa

SÃO PAULO - A crise financeira e a precupação com os preços não afetaram as realização de compras on-line, segundo indicou uma pesquisa da Harris Interactive, encomendada pela McAfee. Por outro lado, a falta de segurança de um site pode ser fator determinante para a efetivação ou não de uma compra.

O levantamento indicou que enquanto 72% dos 516 participantes não mudaram de comportamento nas compras pela internet, devido à crise financeira, mais de 50% já encerraram um pedido ou abandonaram o carrinho de compra em sites, devido ao receio com relação à segurança.

"Nossa pesquisa sugere que as preocupações com a economia e o preço não afetaram a maneira como as pessoas compram on-line, mas a preocupação com a segurança foi o principal motivo pelo qual uma compra on-line poderia ser encerrada ou concluída", explica o executivo da McAfee, Tim Dowling.

Selo de segurança

Além disso, o estudo também mostrou que, para evitar as armadilhas e fraudes da internet, cada vez mais pessoas buscam selos ou certificados de confiança nos sites ou, quando não os encontram, se recusam a efetuar a aquisição.

No total, um em cada cinco consumidores se recusa a comprar de um site que não tenha um selo de confiança. Além disso, cerca de 60% dos entrevistados se sentem seguros ao comprar em sites que possuem o certificado.

A procura pelo selo de segurança é ainda maior quando o usuário está em um site ainda pouco conhecido. Isso porque mais de 90% dos consumidores ficam preocupados ao comprar em uma nova página de internet e 47% deles buscam o certificado para se sentirem mais seguros.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host