UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

11/08/2009 - 15h28

Em quatro anos, comprar livros ficou até 38% mais barato, revela pesquisa

SÃO PAULO - Entre os anos de 2004 e 2008, os preços dos livros no Brasil ficaram até 38% mais baratos, segundo revela estudo da Fipe (Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas da Universidade de São Paulo) divulgado nesta terça-feira (11) pela CBL (Câmara Brasileira do Livro).

De acordo com o levantamento, a maior queda foi verificada no segmento de livros religiosos. Em seguida, vieram os livros didáticos (-24,5%), os livros científicos, técnicos e profissionais (-23,3%) e o segmento de obras gerais (-22,4%).

"Isso significa que mais brasileiros podem ler, independentemente dos programas governamentais. É uma conquista expressiva, considerando que o conhecimento pavimentou o caminho de muitos povos ao seu destino de prosperidade e mais justiça social", disse a presidente da CBL, Rosely Boschini.

Causas

Ainda segundo a pesquisa, a queda contínua do preço médio do livro pode ser explicada pelo aumento na concorrência entre as editoras, que, por sua vez, foi facilitado pela desoneração do PIS e da Cofins sobre o livro, determinada pelo Governo Federal e o Congresso em 2004.

No que diz respeito ao faturamento, de 2007 a 2008, por exemplo, o setor registrou aumento de 9,7% em termos nominais e de 4,9% em termos reais, sendo que o maior crescimento foi verificado nas categorias de religiosos e científicos, técnicos e profissionais.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host