UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

14/08/2009 - 17h50

Preços de passagens aéreas devem subir, diz executivo

SÃO PAULO - O preço das passagens aéreas para voos nacionais e internacionais deve subir. A afirmação é do sócio da Bain & Company, André Castellini.

"Os preços que as companhias aéreas praticaram no segundo trimestre deste ano são insustentáveis. Acho que elas terão que aumentar os valores porque estão amargando fortes prejuízos. O preço cobrado está abaixo do volume necessário para a empresa remunerar o capital empregado", afirma.

Crise econômica

O executivo explica que os valores cobrados pelas companhias internacionais estão mais ligados à crise financeira do que à liberação da faixa mínima de preços.

"Há muita oferta de voos no mercado e não há passageiro suficiente. Na busca por conquistar esse cliente que parou de voar com a chegada da crise, os preços caíram. A liberação das bandas tarifárias tiveram pouco impacto. As empresas já estavam dando os descontos, antes mesmo de ser permitido", afirma.

E, apesar de prever preços mais altos no segundo semestre de 2009, Castellini acredita que a procura pelo transporte aéreo vai crescer. "Normalmente, o segundo semestre do ano já é melhor para o setor. As pessoas viajam mais nos seis últimos meses do ano. Além disso, não podemos ignorar a retomada econômica que está se confirmando no País. Para mim, teremos um cenário de preços maiores, mas com mais gente viajando".

Anac

Vale lembrar que, segundo dados da Anac (Agência Nacional de Aviação Civil), o total de desembarques de voos nacionais apresentou alta de 25,68% no sétimo mês do ano, frente ao mesmo período do ano passado.

Já o número de passageiros transportados no mês passado em voos internacionais apresentou recuo de 10,15% em relação ao mesmo período do ano anterior.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host