UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

17/08/2009 - 18h56

Ativa divulga carteira recomendada para a terceira semana de agosto

SÃO PAULO - A Ativa Corretora divulgou seu portfólio semanal com ações recomendadas, explorando diversos setores da economia nacional, englobando o segmento varejista, bancário, energético e de telecomunicações.

Com relação à lista anterior, foram mantidas apenas as ações do Pão de Açúcar e da Tractebel. Marfrig, Açúcar Guarani e Itaúsa cederam espaço para os ativos do Banco do Brasil, da AmBev e da Brasil Telecom.

Entre 10 e 17 de agosto, a carteira sugerida pela Ativa acumulou perda média de 5,1%, desempenho 2,8 pontos percentuais abaixo do registrado pelo Ibovespa, que acumulou queda de 2,3% no período. Já nas últimas quatro semanas, o portfólio da corretora avançou 4,5%, contra 4,0% do índice paulista.

Confira as recomendações

Empresa Código Preço-Alvo Upside*
Pão de Açúcar PCAR5 Em revisão -
Banco do Brasil BBAS3 Em revisão -
AmBev AMBV4 Em revisão -
Tractebel TBLE3 R$ 26,47 41,6%
Brasil Telecom BRTP4 Em revisão -
*Potencial de valorização com base na cotação de fechamento do dia 17 de agosto

Pão de Açúcar Baseado nos sinais de recuperação econômica e de confiança do consumidor, a corretora projeta que a varejista deverá continuar apresentando bom desempenho nas vendas nos próximos meses. Além disso, a companhia continua com desconto frente a seus pares.

Banco do Brasil Os analistas afirmam que a "estratégia de aumento consistente das concessões de empréstimo e um spread ainda elevado, em função das taxas pós-fixadas contratadas vs. contratações pré-fixadas existentes, será determinante para que o BB continue a se destacar positivamente nos resultados do terceiro trimestre".

AmBev Os sólidos resultados apresentados no segundo trimestre deverão se manter durante o segundo semestre do ano, afirma a Ativa, que ressalta a manutenção do market share da companhia como ponto positivo.

Tractebel Segundo a corretora, os resultados do segundo trimestre foram positivos para a geradora e a tendência é de se beneficiar com a melhora na hidrologia da região Sul do país. E "acumula em 2009 valorização de 6,7%, ante 31% de Cesp e 49% de Tietê".

Brasil Telecom Atrasado em relação ao Ibovespa, o ativo se torna boa opção à luz da perspectiva de troca por ações da Telemar nos próximos meses. "Mantemos o view positivo para a Telemar, pautada no potencial de ganhos de sinergias com a fusão com Brasil Telecom no médio prazo" completam os analistas.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host