UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

18/08/2009 - 08h32

SLW revela sua carteira recomendada para esta semana com cinco ações

SÃO PAULO - A corretora SLW divulgou a sua carteira semanal com recomendações de ações de empresas que, de acordo com os analistas, oferecem bom potencial de valorização para o período.

Com o final da temporada de resultados, os analistas destacam que as bolsas registraram o ajuste técnico que já era esperado, e pode retomar em recuperação nos próximos dias, "mas acreditamos que este movimento deverá se mostrar lento a partir de agora, na expectativa de que novas notícias possam levar os investidores a retomar o otimismo com a recuperação da economia mundial", disseram.


Para a equipe de análise da corretora, a tendência natural é que os indicadores de agosto já mostrem uma certa melhora em relação aos divulgados em julho, o que poderá influenciar o humor dos investidores.

A corretora optou por manter o porfólio inalterado em relação àquele da semana anterior.

Confira as recomendações:
EmpresaCódigoPreço JustoUpside*
AES TietêGETI4R$ 21,9311,03%
BradescoBBDC4R$ 31,007,22%
B2W GlobalBTOW3Em revisão-
ValeVALE5R$ 48,4249,76%
Suzano PapelSUZB5R$ 20,0019,04%

*Potencial de valorização com base na cotação de fechamento do dia 17 de agosto

AES Tietê

Os resultados da companhia referentes ao segundo trimestre vieram em linha com a projeção da corretora. Vale destacar que a AES Tietê é apontada pela SLW como um dos ativos mais defensivos do setor elétrico.

Bradesco

Segundo a corretora, apesar de alguns fatores conspirarem contra o setor, como o aumento da inadimplência e a queda da Selic, as ações do banco são vistas como defensivas devido ao perfil de negócio. Ênfase também para os números trimestrais da instituição, que registraram evolução mesmo com o alto montante disponibilizado para devedores duvidosos.

B2W Global

A companhia mostrou recuperação no comércio eletrônico durante o segundo quarto do ano, em virtude dos estímulos governamentais para as vendas dos produtos da linha branca, o que ajudou a acelerar o crescimento das vendas no período, em relação aos primeiros três meses do ano. A expectativa é de que as vendas mantenham este ritmo até o final do ano.

Vale

A corretora destaca a evolução do preço do minério de ferro, que superou o patamar estipulado no contrato anual, e do níquel, cujo processo de greve de funcionários na mineradora canadense Inco está contribuindo para o aumento do preço da commodity. Assim, os analistas da SLW ficam no aguardo de novas notícias positivas para o setor.

Suzano Papel

O resultado da companhia mostrou que o volume de vendas alcançado no segundo trimestre do ano superou as margens obtidas tanto no mesmo período de 2008 quanto nos três primeiros meses de 2009. Tendo em conta o cenário de recuperação da economia brasileira e a retomada nos preços da celulose no mercado internacional, a corretora aposta que as ações da Suzano Papel serão as mais beneficiadas do setor.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host