UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

31/08/2009 - 14h29

Pesquisa: apenas 33,4% dos profissionais têm plano de previdência privada

SÃO PAULO - O futuro financeiro parece não fazer muito parte do dia-a-dia dos profissionais brasileiros, pelo menos quando o assunto é previdência privada.

De acordo com pesquisa sobre Contratação, Demissão e Carreira dos executivos brasileiros, realizada pela Catho Online, apenas 33,4% dos 16.207 profissionais entrevistados possuem algum tipo de previdência privada.

Ainda segundo o levantamento, os homens aparecem como mais preocupados com o futuro do que as mulheres, pois 36,9% deles possuem previdência privada, contra 27,7% delas.

Porte da empresa

Outra conclusão do estudo é que os respondentes que trabalham em empresas de grande porte correspondem à maior proporção de profissionais com previdência privada, como mostra a tabela abaixo:

Acima de US$ 100 mi/ano* De US$ 50 a 99 mi/ano* De US$ 15 a 49 mi/ano* Menos de US$ 15 mi/ano*
Geral (%) 56,2 40,3 33,1 24,5
Homens (%) 59,1 41,6 36,1 25,4
Mulheres (%) 47,1 37,7 26,6 23,1
*Porte da empresa

De acordo com a Catho Online, esse movimento pode ser explicado pelo alto índice de empresas de grande porte que colaboram com o pagamento da previdência privada.

Segundo o levantamento, 40% dos planos tinham a participação parcial do empregador no pagamento. Entre as empresas de grande porte, o percentual sobe para 59,8%, enquanto que, nas de menor porte, cai para 19,1%.

Planos particulares

Apesar de um percentual elevado de empresas arcar parcialmente com as contribuições do plano de previdência, a maior parte (47,4%), no entanto, é de planos particulares.

Na relação porte de empresa x responsável pelo pagamento, quanto menor a empresa, maior a adesão a planos particulares, com 70,4% de participação entre os funcionários de companhias com faturamento abaixo de US$ 15 milhões por ano e 27,6% entre aquelas com ganhos superiores a US$ 100 milhões por ano.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host