UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

08/09/2009 - 16h03

SLW divulga carteira recomendada com cinco ações para esta semana

SÃO PAULO - A corretora SLW divulgou sua carteira para a semana compreendida entre 8 e 11 de setembro, com recomendações de ações que, de acordo com seus analistas, oferecem boas oportunidades de investimento para o período.

Para esta semana, a corretora aponta que a tendência é indefinida, já que "permanece o quadro atual de dúvidas e desconfianças dos investidores quanto ao grau de recuperação dos mercados, mas que não necessariamente atrapalham as compras de ações".

A última a carteira acumulou perdas de 1,5%, contra a queda de 1,8% do Ibovespa. Para esta semana, os analistas mantiveram a sugestão da semana anterior.

Confira as recomendações:

Empresa Código Preço Justo Upside*
Lojas Americanas LAME4 R$ 12,50 13,12%
Braskem BRKM5 Em revisão -
Itaú Unibanco ITUB4 R$ 43,00 36,12%
Pão de Açúcar PCAR5 Em revisão -
Klabin KLBN4 R$ 4,10 10,81%
*Potencial de valorização com base na cotação de fechamento do dia 4 de setembro



Lojas Americanas

Citando o desempenho operacional da companhia no segundo trimestre de 2009, a corretora destaca o incentivo do governo para as vendas de eletrodomésticos e o aumento das vendas de produtos da linha branca.

Braskem O setor petroquímico deve continuar se beneficiando e "sendo um dos destaques na bolsa", com o aquecimento do mercado doméstico. Ademais, o indicador referente à atividade industrial, que veio melhor que o esperado, mostra que a economia deve continuar se desenvolvendo.

Itaú Unibanco

Com a compra de 30% da Porto Seguro, anunciada no último dia 24, a instituição reforça a primeira colocação no ranking de ativos do setor bancário, além de fortalecer a sua área de seguros, previdência e capitalização, que já participam com aproximadamente 25% do lucro consolidado do banco.

Pão de Açúcar

A SLW destaca o fim da obrigação de exclusividade de parceria entre o Itaú Unibanco e o Pão de Açúcar, que recebeu o montante de R$ 550 milhões. "O fato é bastante positivo para a companhia, que não deve sofrer muito por não possuir mais a exclusividade em operar como o Itaú Unibanco e ainda conseguiu uma significante quantia em caixa", avalia a corretora.

Klabin

Os papéis da companhia tiveram baixo retorno neste ano, na comparação com os de outras empresas do setor, o que pode ser uma oportunidade de curto prazo para os investidores. Ademais, a recuperação econômica e os dados da atividade industrial de julho são fatores que sustentam a recomendação dos analistas.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host