UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

15/09/2009 - 10h16

Juro do empréstimo recua pelo nono mês seguido; taxa do cheque especial não muda

SÃO PAULO - Pesquisa divulgada nesta terça-feira (15) pela Fundação Procon de São Paulo mostrou que, em setembro, na comparação com agosto, os juros médios do empréstimo pessoal caíram pelo nono mês consecutivo. A redução, porém, não foi muito expressiva. Ainda segundo o levantamento, a taxa do cheque especial se manteve no mesmo patamar verificado no mês anterior.

Neste mês, a taxa média do cheque especial se manteve em 8,79% mensais. Já os juros do empréstimo ficaram em 5,26% ao mês, frente aos 5,27% mensais registrados em agosto.

O estudo verifica as cobranças dos dez maiores bancos do País.

Por banco

A queda da taxa média do empréstimo pessoal deve-se, principalmente, à variação dos juros dos bancos Banco do Brasil e Nossa Caixa. Por outro lado, nenhum dos dez bancos analisados alterou a taxa de juros do cheque especial.

As tabelas abaixo mostram os valores cobrados nas instituições pesquisadas nos dois últimos meses, em ordem decrescente, tanto para o cheque especial como para o empréstimo pessoal.

Banco Cheque Especial (a.m.)
Agosto Setembro
Safra 12,30% 12,30%
Santander 9,38% 9,38%
Real 9,38% 9,38%
HSBC 9,34% 9,34%
Unibanco 8,59% 8,59%
Itaú 8,59% 8,59%
Bradesco 8,24% 8,24%
Nossa Caixa 7,65% 7,65%
Banco do Brasil 7,65% 7,65%
Caixa Econômica Federal 6,75% 6,75%
Média 8,79% 8,79%
Fonte: Procon-SP
Banco Empréstimo Pessoal (a.m.)
Agosto Setembro
Santander 5,98% 5,98%
Real 5,98% 5,98%
Unibanco 5,86% 5,86%
Itaú 5,86% 5,86%
Bradesco 5,64% 5,64%
Safra 5,40% 5,40%
HSBC 4,61% 4,61%
Banco do Brasil 4,48% 4,38%
Nossa Caixa 4,50% 4,48%
Caixa Econômica Federal 4,39% 4,39%
Média 5,27% 5,26%
Fonte: Procon-SP
Perfil: vale esclarecer que as taxas, além de variarem de uma instituição para outra, podem variar de acordo com o perfil do cliente. É importante ficar atento ao perfil da amostra e ao perfil no qual se enquadra na instituição.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host