UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

21/09/2009 - 09h51

Para Lula, aumento da renda demonstra que país "encontrou o seu caminho"

SÃO PAULO - Para o Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, o Brasil "encontrou, definitivamente, o seu caminho". Lula fez a constatação diante dos resultados indicados pela Pnad 2008 (Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios), do IBGE (Instituto de Geografia e Estatística), segundo a qual o rendimento médio das casas brasileiras aumentou 2,8% de 2007 para 2008.

O presidente afirmou que o País está melhorando as condições de vida das pessoas, por meio do aumento da massa salarial, da coleta de esgoto e de moradias. Ele admitiu, porém, segundo a Agência Brasil, que o "avanço é lento", "degrau por degrau".

Lula afirmou, ainda, que em 10 ou 15 anos o País atingirá o desenvolvimento por meio de conquistas sociais. "Estamos melhorando a vida das pessoas", acredita. "Agora, o mais importante é que a gente continue garantindo que as pessoas tenham, ano a ano, as conquistas".

Rendimento médio sobe, concentração fica igual

Segundo a Pnad 2008, no ano passado, o rendimento médio dos lares atingiu R$ 1.968, frente aos R$ 1.915 registrados em 2007. Por trabalhador também houve alta, de 2%, no rendimento. Cada brasileiro recebeu, em média, R$ 1.023 - apesar do aumento, a variação é a menor registrada nos últimos quatro levantamentos.

Apesar da melhora no rendimento médio, a pesquisa revelou que a concentração de renda manteve-se no mesmo patamar de 2007. No ano passado, os 10% mais bem remunerados do País detiveram 42,7% dos rendimentos. Em 2007, eles concentraram 43,3% da renda total.

Na outra ponta, os 10% com os menores rendimentos detiveram apenas 1,2% de toda a renda do País, número levemente maior que o registrado em 2007, quando os mesmos 10% detinham 1,1% de toda a renda.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host