UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

23/09/2009 - 12h07

Mais de 55% dos assalariados recebiam até 3 salários mínimos em 2007

SÃO PAULO - Em 2007, 56,5% dos trabalhadores assalariados recebiam até três salários mínimos mensais, segundo indicou o Cadastro Central de Empresas 2007, divulgado pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) nesta quarta-feira (23).

Os dados indicam que 36% das pessoas ocupadas receberam até dois salários mínimos no período, enquanto outras 20,5% recebiam de 2,1 a três salários. Já 27,3% tinham um rendimento mensal entre 3,1 a quatro salários e 16,2% ganhavam acima de quatro salários mínimos.

Empresas maiores

A pesquisa também indica que as empresas de maior porte pagavam maiores salários. Enquanto a média de ganhos mensais dos brasileiros ficou em 3,4 salários mínimos, quem trabalhava em companhias com mais de 250 funcionários tinha um salário médio de 4,4 salários mínimos por mês. Já para aqueles que tinham um emprego em uma empresa com zero a nove empregados, a média era de 1,8 salário mínimo.

No ano considerado, 55,1% das pessoas assalariadas trabalhavam em empresas de grande porte, enquanto 26,6% foram absorvidas conjuntamente pelas empresas de zero a nove pessoas e de dez a 19 funcionários.

Salários e áreas

Em 2007, os salários mais baixos, de 1,5 salário mínimo mensal, eram pagos na atividade agrícola de cultivo de uva, fumo e café, no comércio varejista de produtos de padaria, bebidas, hortifrutigranjeiros, produtos alimentícios, calçados, entre outros, nos serviços como limpeza em prédios e em condomínios, aos cabeleireiros, nas atividades de condicionamento físico e em atividades industriais como fabricação de acessórios do vestuário e confecção de roupas profissionais.

Já entre as classes que pagaram os melhores salários, estão principalmente aquelas relacionadas ao setor financeiro, como bancos de investimento (32,9 salários mínimos) e de desenvolvimento (25,9). Também se destacam setores de petróleo, como fabricação de produtos de refino de petróleo (25 salários) e fabricação de produtos petroquímicos básicos (20,3).

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host